Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

30/06/2010

Dizes que me amas só que é da boca pra fora



Porque é que me deixas tão solta? Porque é que não colas em mim? Estou a sentir-me muito sozinha. Eu não sou nem quero ser a tua dona, é que um carinho as vezes cai bem. Porque é que me esqueces e vais embora? E se eu me interessar por alguém? E se ele de repente me ganha?
Quando a gente gosta é claro que a gente cuida. Dizes que me amas só que é da boca pra fora. Ou tu me enganas ou não estás maduro.


27/06/2010

I (really) DON'T need a man

Costumava ser eu a fazer as asneiras, a cometer os erros, a meter entraves e criar ilusões na minha cabeça sem razão que acabavam por ser pequenos sismos na nossa relação que no final sempre tudo tinha um final feliz. Sempre tentei compreender-te, ajudar-te, dar-te tudo o que tinha, entreguei-te o meu coração de corpo e alma. Aprendi a gostar de alguém que não era perfeito de todo mas que me fazia feliz, e quando se gosta, gosta-se até dos defeitos.
Mas no afinal de contas não sou eu que não chego pra ti, que não sou suficientemente boa pra alguém com todo o teu potencial e enormes capacidades que ambos sabemos que tens, mas sim tu que não chegas pra mim, porque me deste de menos e me magoaste e continuas a magoar como ninguém antes fez.
Deitaste o meu coração ao mar ou enterraste-o na areia fria da praia vazia?! Não, não digas mais nada, eu nem quero as tuas respostas.
Limita-te a pensamentos e resume-te a memórias porque vão ser apenas essas memórias que te vão fazer lembrar o quanto eu gostei de ti e o quanto isso não me valeu de nada.

06/06/2010

REVOLTA

Estou farta de relatórios de mil páginas e de gobelés com soluções aquosas de nitrato de potássio! Não quero saber do teorema de Pitágoras, nem da fórmula resolvente e nem mesmo do desvio padrão! Nunca quis saber que rochas eu piso todos os dias, nem que órgãos tenho por baixo da minha pele! Estou farta de fórmulas químicas e de cálculos matemáticos!
Não preciso de ciência pra saber de que sou feita. O que eu gosto mesmo é de usar a imaginação! É ter os materiais em cima da mesa e sentir o trabalho nas minhas mãos. Tudo em mim se move em função da música, da fotografia, da paixão e dos sentidos, e o único órgão de que preciso é do coração.
QUERO ARTE!

(Graffiti de Ville numa parede que foi abaixo perto da Escola Reynaldo dos Santos - um dos meus preferidos)

05/06/2010

Tudo o que é errado

Não queria ser de ninguém, queria ser livre mas não consigo ser. Tudo isto porque me apaixonei pelo teu mistério, pela tua maneira de ser que eu detesto, pelo teu olhar frio e do teu abraço escasso. Apaixonei-me pelas tuas palavras ocas, pela tua ausência nos dias frios, pelo vazio da tua mente. Apaixonei-me por loucuras que nunca fiz, por segredos que nunca me contaste, por músicas que nunca ouvi. Apaixonei-me pelo teu olhar que me rouba a alma e pelo teu sorriso que me faz desejar os teus beijos. Apaixonei-me por tudo o que é errado.
Mas no entanto tu não entendes as minhas palavras como eu não entendo as coisas em que tu pensas, mas sabes que mais? Apaixonei-me por ti.