Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2013

Estás em todo o lado

Só queria colar a minha pele na tua, sentir o teu cheiro e beijar teus os lábios. Só queria esquecer que o mundo existe ao nosso redor e dizer-te que todas as estrelas são feitas para ti, que o sol nasce todos os dias para beijar cada poro do teu corpo. Só queria que soubesses o quanto eu te amo, o quão louca por ti sou e que virava o mundo do avesso se algum dia fosses embora sem aviso. Porque tu és o meu equilíbrio e a minha loucura, o me riso, a minha lágrima de saudade e o meu poço de alegria. És metade do que eu sou. És o brilho nos meus olhos, nos meus sorrisos, nos meus cabelos. És tu! E eu amo-te tanto que nem sou capaz de dizer as coisas todas que me fazes sentir! E eu que falo tanto, que digo ainda mais, eu que nunca tenho palavras em vão, fico sem palavras contigo, uma e outra vez. Porque não há palavra nenhuma no mundo que reflicta ou justifique tudo o que eu vejo nos teus olhos. Não há palavra com tamanho sentimento igual ao que eu sinto por ti. O teu nome ecoa em todo o…

Amar

A minha definição de amar alguém é tão simples que custa a acreditar que uma gaja tão romântica e apaixonada como eu acredite mesmo nessa definição, mas para mim, amar alguém, é nada mais, nada menos que deixar ser quem somos perante outro alguém, sem máscaras, sem medos. Permitir que essa pessoa conheça todos os nossos defeitos mais escondidos e ainda assim querer ficar connosco.

Amo-te como um bicho

Amo-tecomo um bicho, simplesmente. De um amor sem mistério e sem virtude, com um desejo maciço e permanente. E de te amar assim, muito e repetidamente, é que um dia em teu corpo de repente, hei de morrer de amar mais do que pude. Vinicius de Moraes

*

Amo-te mais do que posso e, por isso, o meu amor por ti, é tão imenso, quase tão imenso quanto a quantidade de universo que a vida inteira tem.

A nossa história de amor

Imagem
Eu posso ter tido outros mas nunca tive ninguém como tu. O amor nunca é igual duas vezes mas nunca gostei tanto de alguém como gosto de ti. Ou se calhar sou só eu que estou tão apaixonada por ti que me faz esquecer tudo o que já passou. Talvez o amor tenha na sua composição um efeito anestésico do passado, uma reacção química que nos faz anular outras pessoas que passaram na nossa vida e depois, quando amamos, somos invadidos por uma sensação de que tudo é agora a primeira vez. Que nunca beijámos outras pessoas, que nunca andámos de mãos dadas, que nunca conhecemos ninguém que gostássemos tanto. É um feeling de começo de tudo, uma primeira vez do coração.  Quando aprendemos a amar de novo, o coração já é outro novo, melhorado, à prova de choque e de pessoas que nos querem mal. Porque onde há amor e entendimento, e paixão assumida, também há sempre quem queira destruir isso. Acredito que talvez aconteça porque as outras pessoas não são felizes com elas mesmas, então criam uma barreira…