Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2011

Verdade seja dita

Eu até posso fugir mas vou sempre voltar. Nem que seja só pra te vir buscar.

Eu fugi.

Imagem
Eu fugi. Fugi com sabor do vento nos meus lábios, com a mochila cheia de nadas e a cabeça com porquês. Enchi o copo de coragem, bebi a água da sede que não tinha e caminhei, com os meus pés descalços, entre nuvens e sonhos perdidos no tempo. Eu bem tentei ler nos teus olhos as linhas que tinhas escritas no coração, mas o esforço acabou em nada. No vazio da tua alma de pássaro. Não, eu nunca viajei em ti, apenas tentava compreender o que havia por detrás da tua máscara. E espreitei por entre as fendas que o tempo te abria no olhar, mas tu voltavas a cara, voltavas o coração e fechavas o livro de ti. Como esperas que te compreenda? Que saiba quando não queres falar ou quando precisas apenas de um abraço? Eu nunca fui a melhor a acertar, não esperes de mim nada, o simples é tudo, complicar é perder tempo. Ao contrário do que tu pensas, de previsível tenho pouco, ainda assim, muito falta para me conheceres ao ponto que eu te conheço a ti.

«A tua liberdade acaba onde a dos outros começa.»

Eu não sou sempre a mais certinha e nem sempre digo as coisas mais acertadas. Às vezes mago-o quem mais gosto e outras vezes sou bruta quando não merecem. Tenho mau muito feitio e consigo ser muito fria para as pessoas. Eu erro, mas seu pedir desculpa. Eu sou assim, mas todos temos limites. E já dizia as palavras sábias de um Homem (com H grande), pai de uma das minhas princesas: «A tua liberdade acaba onde a dos outros começa.» Pareço muito forte e ás vezes até sou, no entanto todos temos fraquezas. E o meu muro quebrou ao ver isto:

(*IMAGENS EXTREMAMENTE VIOLENTAS E CHOCANTES, VER SÓ SE SE SENTIR CAPAZ*)
(Mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/autor-de-video-de-espancamento-de-jovem-ouvido-pela-psp )
Quando acabei de ver a minha boca não fechava e os meus olhos começaram a encher-se duma substância líquida salgada e sem cor. Cresceu um sentimento de revolta, repugnância e talvez desespero. Eu não sei que raio de sociedade é que estamos a criar, ou pelos me…

Até digo umas coisas engraçadas.

Imagem
Sou mais do que pareço. Mas pareço bastante aquilo que sou.

Aprendi, e muito.

Imagem
Quero contar a mim própria que creio que sou alguém com ideias diferentes das que tinha. Não digo que sou alguém novo, porque eu sempre fui a mesma, fiel ao que sou. Creio que adquiri a liberdade do pensamento e, com isso, vejo o mundo de forma diferente. Tá claro que o mundo continua igual, a minha visão dele é que mudou: as mais pequenas folhas são mais belas e as noites mais encantadoras. O amor é mais forte e as amizades mais sólidas. A distância aumentou e o meu coração também. O espírito tem as cores do vento e a alma é cada vez mais corajosa no meio desta selva que é a vida. Aprendi muito este ano. Aprendi que as pessoas não são tudo o que aparentam ser mas que nem sempre são piores por isso. No geral, nós apenas conhecemos das pessoas o que elas nos mostram. Mas e quando elas se fecham?! Ás vezes há seres como eu, que gostam de observar os outros e, às vezes conhecem as pessoas, mesmo quando elas continuam com a boca fechada, com a mente inundada de pensamentos. - Eu conheci al…
Imagem
Meu deus, viciei completamente, como viciei em ti. Dizes que estamos longe mas eu sinto-te perto, ainda quente, ainda a abraçar-me a olhar as estrelas do futuro que temos pela frente, juntos.Tenho saudades tuas, tenho tempo. Boa noite. Gosto tudo de ti, gosto tudo de ti, gosto tudo de ti.
Imagem
‎"You won't find faith or hope down a telescope. You won't find heart and soul in the stars. You can break everything, down to chemicals. But you can't explain a love like ours." ♥
La la la lu, i'm so in love with you. :) Boa noite meu príncipe encantado, espero-te mais uma vez por entre os meus sonhos.

[PS: A semana passada, segunda-feira, estava eu a descer o Largo Camões, rumo aos Armazéns do Chiado a ouvir Duia, dos Da Weasel, quando olho para o meu lado esquerdo e vejo o Pac-man a conversar no meio da rua com dois amigos. Sorri-lhe e ele sorriu-me de volta. Simpático, hein!? Coincidências ou não, há com cada coisa!]

Humor de cão

Não sei o que se passa, juro que não sei mas sinto-me vazia. Ou então são as saudades que tenho de tantas coisas! Parece que algo me esmaga o peito, a cada segundo que passa e a pressão não diminui. As saudades também não. Mas a dor não aumenta e nem se pode chamar dor, é mais sufoco. Pressinto que vou ter umas férias vazias, bem como a minha cabeça confusa. Estou a perder-me cada vez mais, ou então estou mesmo a entrar num labirinto que nem conheço. Eu bem gosto de desafios, mas desafiar a minha mente quando estou assim, oca, é pior ideia que posso ter e eu bem tenho muitas ideias - são é todas disparatadas como é um bocado da minha vida: disparatada. Completamente disparatada. Sou um disparate pegado! No entanto é comigo mesma que sou assim. Para dar conselhos aos outros eu sou um às, aplica-los a mim é que é pior. Porra, que chatice, ando mesmo sem paciência pra nada. Espero é que corra tudo bem na próxima semana, mas duvido, isto de dia pra dia vai chegando o fim do ano e o fim do…

17

E lá vieram os 17. Não é que eu tivesse especialmente à espera deles, porque na verdade nem estava, a única coisa que mudou foi que agora passo a dizer que tenho 17 anos e não 16. Mesmo assim, o BI tem que andar sempre atrás de mim, não vá querer ir a algum lado e não me deixarem. Já me aconteceu duas vezes, e não foi em bares como seria de esperar: uma vez foi no teleférico do jardim zoológico porque queria andar sozinha e não me deixaram porque tinha que se ser maior de 10 anos e eu com 11 achava que tinha o direito de ir. Como não andava com o dito BI comigo, enchi-me de orgulho, fiz fita e não andei sequer no teleférico. Manias!
A outra vez foi no cinema, quando, com 14 anos, quis ir ver com as minhas irmãs o "Hancock" que era pra maiores de 12 anos. A senhora da belheteira não acreditou que tinha mesmo 14 anos (magricela e nem metro e meio não admirava nada que não parecesse que tinha 14 anos) Como é claro, e torta como sou, fiquei muito indignada e disse à senhora algo …