Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

30/12/2010

Este ano de 2010

~ Neste maravilhoso ano de 2010 ~

Descobri mais uma vez quem eram e fortaleci a amizade com os verdadeiros amigos.
Descobri que um coração partido é um oceano de inspiração.
Descobri que não vivo sem livros e cada vez compro mais.
Enterrei um grande amor.
Descobri um outro grande (enorme) amor.
Conheci gente fantástica.
Descobri o que realmente me faz bem e me faz feliz.
Cometi loucuras (e gostei).
Fiz erros e aprendi lições.
Quando caí, levantei-me.
Descobri que podia estar no caminho certo em relação ao futuro em ciências mas que me enganaria a mim própria se continuasse a ver fórmulas químicas à minha frente em vez de aguarelas e pincéis, por isso, este ano, mudei de curso.
Aprendi que andar pra trás também é um rumo possível.
Mudei de escola, porque quis.
Deixei muita gente pra trás, ou por outra, eles é que se deixaram ficar pra trás, por não conseguirem acompanhar-me.
Apanhei mais bebedeiras que o ano anterior.
Fiz novos amigos.
Abri novos horizontes.
Vi o mundo, as coisas e as pessoas de outra maneira.
Apeteceu-me mudar e por isso mudei.
Aprendi que é com as decições mais pequenas que posso mudar a minha vida pra sempre.
Canto pior que o ano passado, a minha voz deve ter mudado.
Fui feliz, (e continuo a sê-lo agora e vou continuar a sê-lo no próximo ano e no seguinte...).
Aprendi que quando nos fecham uma porta, outro alguém abrem-nos uma janela.
Gostava de ter tido mais tempo para os que amo.
Tracei alguns objectivos que quero atingir na vida.
Não deixei de estar e amar e não tirei da minha vida as minhas princesas e os meus princesos.
Gostei bastante de ir ao meu primeiro festival de Verão.
Vi filmes que se tornaram exemplos pra minha vida.
Aprendi que chorar só pelo que vale realmente a pena.
Aprendi que as coisas mais importantes da vida são de borla.
Aprendi que as coisas mais importantes da vida não são coisas.
O meu quarto tornou-se num mundo de recortes de revistas.
Aprendi tantas coisas que não me lembro de muitas.

Não trocava nada deste ano por nada.
Que 2011 seja tão bom ou muito melhor que 2010!

26/12/2010

Mais um ano a acabar


E agora, meus caros, é festas atrás de festas. Lamento mas preciso de estar com as minhas princesas e princesos, preciso de estar com o Diogo, preciso de dançar, de me arranjar, de me divertir e de tirar imensas fotografias!
Que o vosso ano tenha sido tão fantástico como o meu e que o próximo seja ainda melhor malta!

Mais uma vez agradeço A TODOS as mais de 10 mil visitas que tenho tido desde 23 de Julho ♥. Espero continuar a publicar os meus sentimentos, (sim isso mesmo, porque todos eles têm um sentimento porque a escrita é mesmo isso, exprimir-nos por palavras - o que eu sei perfeitamente que não é fácil).

Vou fazer uma sondagem durante um mês a partir de 26 de Dezembro de 2010, pra saber o que gostariam de ver escrito no meu blog - votem e na parte dos OUTROS, escrevam um comentário em anónimo (ou não) a saber a opinião (:

358 beijos ahah.

23/12/2010

Tu, D.


Isto corta-me a respiração, sempre que o meu mundo encantado abana, e eu sempre detestei sentir o chão a tremer. A distância entre nós ora nos faz bem, ora nos faz mal, que desatino, fico sempre com saudades e quando as tento matar elas nunca morrem, insistem e persistem em perseguir-me como abelhas atrás de pólen, e nunca se cansam, não me largam e a tua imagem vem à tona na minha cabeça, rodopiando como o teu cheiro rodopia no meu ar e fica-me nos poros e são horríveis as vezes que te quero tanto e que tu não estás e as saudades batem à porta mais uma vez, aumentam para grau agudo e o tempo passa cada vez mais devagar, como os passos com solas quase rastejando no chão de quem passeia lentamente e eu espero e desespero que o tempo passe, só pra te ter comigo novamente, a desejar o meu sabor, a desejar o calor das minhas mãos, um pedido pra ficar, nem que seja só mais 5 minutos. A desejar que o tempo pare de vez, que congele e que nós fiquemos mais quentes que nunca entre as 4 parede, o tecto e o chão de todo o nosso amor, junto.
E eu vagueio pela casa mas eu só consigo ficar quente quando tu me abraças.
Quando uma porta me fecharam na cara, tu abriste a janela, mostraste-me que o fim é apenas o início e que no final tudo dá certo porque dizem que há sempre um recomeço, um retorno, um pedido de desculpas ou um simples atirar pra trás das costas.
Mas a verdade é que a minha casa é o teu coração.

Oh oh oh

Acho que é a primeira vez que faço votos de feliz Natal e de um bom Ano Novo mas já agora, deixo-vos aqui a mensagem de natal que enviei aos meus amigos mais próximos (mas a todos os outros: FELIZ NATAL E BOM ANO DE 2011 MALTA! :D):

Cá vai...

"Pah, ouve lá, antes que o ano acabe era pra saberes que a minha vida provavelmente seria igual se não te tivesse conhecido, mas já que te conheci a minha vida até que ficou bem mais divertida, o meu coração ficou maior, os meus dias preencheram-se, a minha lista telefónica também e já angariei mais gente pra pedir cenas emprestadas, conselhos, opiniões ou ideias pra quando precisar e adivinha só a chatice, és tu uma delas! ;) Mas ainda bem que és tu, é que, já agora, fica na minha vida mais um ano :) E ainda bem que leste mas é esta porcaria até ao fim porque eu não tive tanto trabalho pra esta ser só mais uma mensagem no teu telemóvel, já que tu também não és só mais um no meu coração <3
Ah e já que estamos num momento fofinho-romântico e tal, feliz natal e bom ano novo, comigo de preferência ahah
PS: apanha grandes bubas sem ressacas e que te lembres das tuas noites e tira fotografias, colecciona momentos, dá um bocado de ti aos outros mas acima de tudo sê feliz!"

E eu sou feliz malta, com vocês, nesta vida!
Obrigada a todos: família, princesas & princesos, Diogo, amigos, colegas, seguidores, leitores, conhecidos, visitantes apenas, desconhecidos e todos aqueles que não me conhecem (ainda ahah).


PS: reparei agora que já tenho MAIS DE 10 MIL VISITAS AO MEU BLOG - OBRIGADA A TODOS! :DDDD

Desafio

Não resisto a desafios, essa é que é essa, e desta vez quem mo propôs este rápido desafio foi a Raquel ATÉ À LUA:

7 coisas que pretendo fazer antes de morrer:
1- Viajar para NY, Paris, Milão, Califórnia, Havai e Japão.
2- Escrever um livro (de preferência com sucesso)
3- Trabalhar na indústria da moda (a dream!)
4- Ter uma casa com uma parede inteira que seja uma janela (another dream!)
5- Fazer 3 tatuagens: um triângulo no pulso esquerdo e asas nos calcanhares.
6- Ir a muitos festivais de Verão
7- Divertir-me e tirar imensas fotografias desta vida!

7 coisas que mais digo:
1- Hã ?
2- Ai porra!
3- Páh
4- Deixa-me tirar-te uma fotografia
5- Mãe, preciso de falar contigo (e ela responde sempre "o que é que vai sair daqui desta vez?!...)"
6- (Não sei)
7- (Não sei)

7 coisas que faço bem:
1- Dar conselhos/opiniões
2- Ser sincera, sempre
3- Amar alguém
4- Vestir-me (a meu ver xD)
5- Irritar pessoas
6- Defender-me a mim, aos meu amigos e aos meus ideais
7- Cantar (é o que dizem, mas agora a coisa anda pior)

7 defeitos meus:
1- Teimosia
2- Teimosia (sim, duas vezes xD)
3- Persistente
4- Extremo mau-humor
5- Refilona
6- Roer as peles
7- Adormecer tarde (quando tenho que levantar cedo)

7 coisas que amo:
1- Família & Amigos
2- Fotografia
3- Aguarelas
4- Uma tarde bem passada
5- Um bom livro (é aquele que me leva para longe de onde estou, em pensamento - e isso acontece mesmo (: )
6- Festivais/Festas/Convívio
7- A comida da minha Avó

7 qualidades:
1- Bom coração
2- Amiga/Atenciosa
3- Proteger os amigos e o que é seu
4- Simpática (na maioria das vezes)
5- Coração mole e quente
6- Espontânea
7- FIEL

7 pessoas para fazer o jogo dos setes:
Só quero passa-lo a uma pessoa, porque sei que ainda não o fez e tenho curiosidade:

15/12/2010

de nome: Inês. de alma e coração: Luz, Paz, Amor e Ritmo.

Dói-me, dói-me imenso não estar o dia todo contigo, aí. Dói-me não te ver chegar de manhã, com um enorme e brilhante - como os teus olhos - sorriso nos lábios, à paragem dos autocarros e não te dar um abraço tamanho do mundo de parabéns, mas dói-me mais não pode-lo fazer todos os dias, todas as manhãs e nem mesmo ao final da tarde, as vezes que me apetecer!
Custa-me não te dizer "até amanhã" porque amanhã não te vou ver. Custa-me não te ter comigo, ou por outra, custa-me não estar aí contigo, mas tu estás aqui, no meu pequeno e delicado coração, sempre em lugar cativo e nada, mesmo nada, nem ninguém, pode alterar a magia interminável que depositaste em mim ao longo destes anos, ninguém consegue apagar, nem sequer lá tentar chegar, aos momentos que passamos, tu e eu, porque nada nem ninguém nos separa, nem mesmo o tempo, ou a falta dele, nem mesmo a distância, que às vezes parece maior que daqui ao outro lado do mundo. Sem hesitar, tu e eu é mesmo pra sempre, em qualquer altura e em qualquer lugar, eu trago-te sempre no meu coração, junto dos meus medalhões da sorte.
Nunca deixes que a tua doce luz se apague, hoje que as velas acesas são dedicadas a ti. Tu és o melhor que tu tens e és do melhor que eu tenho também.
Minha Inês, minha princesinha, muitos parabéns.
Eu amo-te tanto e sempre, nunca te esqueças disso minha irmã

14/12/2010

"Nada muda se nada mudar"

"Nada muda de nada mudar."

[DESABAFO Nº JÁ NÃO SEI CONTAR: Juro que a coisa que mais me irrita neste mundo é a falta de imaginação, a falta de frases próprias e de sentimentos próprios.
Será que sentes o mesmo que eu? É que a saga continua e tu não deixas de copiar as minhas frases. Mas olha a resposta é NÃO, definitivamente NÃO! Tu não podes escrever o mesmo que eu escrevo porque tu não sentes nunca, jamais em tempo algum, o mesmo que eu. Primeiro porque o que eu sinto está mais dentro e silencioso que fora e escrito. Segundo porque cada coisa que escrevo tem o seu destinatário e tem a sua função, nem que seja desabafo! E terceiro porque o que eu escrevo vem do mais dentro que eu tenho, da maior profundidade do meu coração, da mais inocente imaginação, vem de mais de mim do que de qualquer outra pessoa e por isso nunca poderias escrever o que eu escrevo. És tão ridícula mas nisso já somos duas: Tu por me copiares e eu por me importar aquilo que escreves no teu ridículo blog, aquele blog nem devia ser teu, devia era ser uma réplica barata do meu! Cresce e aparece.]

01/12/2010

"A minha casa é o teu coração"


Cheguei a casa às 7, exausta, depois de ter estado na escola até as 6 a ter aulas de Inglês. Ouvi subtis barulhos na cozinha, mas decidi ir pousar a mala da escola e dar um leve beijo na testa da minha mãe que estava no quarto. De seguida vou à cozinha, e quão é enorme o meu espanto quando vejo na bancada da cozinha, um belíssimo livro de capa dura com subtis tons de azul e umas grandes letras a cor-de-rosa. Agarro no livro e vou a correr gritando "oh mãe" até ao quarto ao que devia estar a pensar «o que é que vai sair da cabeça desta rapariga desta vez?!», e pergunto-lhe:
- "Mãe, este livro é pra quê?" (ridícula a minha pergunta, mas não no sei sentido mas na sua construção, onde é que eu tinha a cabeça pra fazer uma pergunta tão mal feita?!)
- É pra ti, não o querias?
E abanei a cabeça num gesto de concordância e sorri, como uma criança quando recebe um chocolate, dando-lhe mais um beijo na testa e agradecendo-lhe o presente.
A minha maravilhosa e atenciosa Mami acabou de oferecer o novo livro da Margarida Rebelo Pinto e 3 livros de pintura que me deu antes do jantar dizendo "Vi isto e acho que te interessa. Não sei porquê, ficas sempre a ganhar" num tom de gozo!
Até que podia dizer que há coisas fantásticas e mães fantásticas como a minha, mas a verdade é que coisas fantásticas há mesmo, mas mães poderosas, carinhosas, atentas e atenciosas como a minha não há mesmo!

[PS: "A minha casa é o teu coração", D., mãe, família, princesas e princesos.]