Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2012

. 10

Imagem
"Como é que tu descobres quem tu és?"

...

What.inspires.me

Imagem
E desta vez uma música inspirou-me e muito! Ouvi-a ontem e apaixonei-me logo pela sonoridade, mal sabia eu do seu inspirador conteúdo na letra, o qual me encaixa na perfeição. Esta música é para todos os corações um bocadinho partidos e para aqueles corações que tinham alguém que gostavam mas que agora essa pessoa age como alguém que se conhece apenas. Um beijo ao meu coração "machucado", D..


Now and then I think of when we were together Like when you said you felt so happy you could die Told myself that you were right for me But felt so lonely in your company But that was love and it's an ache I still remember
You can get addicted to a certain kind of sadness Like resignation to the end, always the end So, when we found that we could not make sense Well, you said that we would still be friends But I'll admit that I was glad that it was over
But you didn't have to cut me off Make out like it never happened and that we were nothing And I don't even need your love But you trea…

Florbela, Florbela...

Imagem
« O meu mundo não e como o dos outros, quero demais, exijo demais; Há em mim uma sede de infinito, uma angustia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde esta, que tem saudade...sei la de que! Florbela Espanca.

What.inspires.me

Imagem
Que lindo dia de domingo que está hoje :)
As inspirações de hoje são coisas que eu vestiria.





Boa semana! *

Na nossa inocência de amor puro, éramos felizes

Imagem
Eu era cega de amor por ti. Conhecia todos os teus detalhes, todos os teus cheiros: o do teu perfume e o de quando saias do banho. O último era o meu preferido. Conhecia todos os timbres da tua voz: o de quando falavas comigo, o de quando me dizias que eu era linda, o de sussurro, o de euforia. Eu conhecia a tua casa, a tua família, os teus livros, a tua música, os teus filmes, as tuas gavetas. Conhecia o teu andar, o teu tocar e o teu falar, especialmente o falar comigo, que era sempre mais calmo, e mais terno, sempre mais doce e bom, suave e bom. Era sempre tudo tão bom. Tínhamos um amor tão bonito, tínhamos a essência que aos outros faltava: a nossa sintonia. Sempre tivemos uma química mística que nunca havíamos sentido igual. (...) Disse "chega!" e fui embora. Bati com a porta, chateada contigo e não sei para onde ir. Mas sei que vou voltar a casa, à minha, sem ti, quase vazia. Deixas-te cá a tua escova dos dentes e eu deixei aí muitas coisas, contigo, talvez mais dentro, que…

. 9

Imagem
É difícil dizer-te que não. Mas é fácil contrariar-te.

E outra coisa que li...

Imagem
Tu tinhas-me nas tuas mãos. E acho que o erro foi esse. Tu sabias disso e por isso não cuidaste. Achas-te que eu sempre estaria nas tuas mãos. Mais um erro. Eu escapei, pelos teus dedos. E pedir desculpas, pedir pra eu voltar, não vai adiantar muita coisa. Hoje estou nas mãos do vento. E espero que ele me leve até alguém que cuide de mim, desta vez.

~ Querido John

O tempo que eu não tenho

Imagem
Eu dei-te tudo o que tinha, mas tu sempre ambicionaste coisas que eram maiores que tu, meu pequeno menino. Aquilo que eu tinha de menos, tu desejavas com toda a tua alma. Chamava-se tempo.
Tu querias e eu não o tinha para to dar...




Sozinha...

Imagem
«Sozinha não tem sentido.»


disse a minha Professora de Português, M. Celeste J., no meio de uma das suas aulas, no último dia de Janeiro.

Uma coisa genial que li...

Imagem
E faço ressalva à ultima frase: «(...) be perpetually drunk! With wine, with poetry, or with virtue, as you please.» :)