Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

09/10/2010

Oh senhora do comboio

Olha, sempre que puderes junta punks e betos. Junta nerds e freaks, teekies e b-boys, góticos e dreads. Junta ravers e rockabillies, rappers e tigresas, junta hippies e skaters e treshers e tunners. Junta heavys e surfistas. JUNTA TODA AGENTE!


Viver com as diferenças é fácil, a arte está em conviver com elas e saber aproveita-las para o nosso crescimento e conhecimento, mesmo quando elas se sentam mesmo no lugar ao lado do nosso no autocarro.
___
É tão estranho quando estamos no comboio ou no metro e há sempre alguém que nota a nossa transparência. Ou por outro lado, não nota de todo, simplesmente fica com um ar de hipnotizado a tentar descobrir que raio de pessoa é que eu sou só de ver a roupa que visto. Hoje vesti um casaco preto com salpicos de tintas coloridas, então as pessoas pensarão que eu sou uma arruaceira que pinto tudo o que vejo. Olhem, enganam-se redondamente e o pior é que pensam que me tiram a pinta só de me olhar de lado e de alto a baixo. Ainda não percebi se isto é gente triste ou então só é gente tipicamente "tuga", conseguem ajudar-me?

Um conselho à senhora (e restantes senhores que continuam a olhar pra mim como se eu fosse um extraterrestre): antes que alguém, que não seja eu, ainda seja desagradável com vocês caros senhores, parem lá com isso dos olhares ou então olhem com um ar mais "simpático", que tal? É que eu sou só mais uma rapariguinha de 16 anos, metro e meio, a tentar sair do armário e a querer levar a vida ao limite, não sabendo muito bem que raio de limites são esses, iguais a mais mil raparigas assim e nós nunca matamos ninguém, pelo menos ainda! Beijinhos à família senhora do comboio.

2 comentários:

  1. não, não. eu gosto que sigam o blog, mas tirei porque não gosto muito de ver. e já agora, obrigada pelos elogios e por seguires o blog.

    ResponderEliminar
  2. adoreii! hoje em dia as pessoas recusam-se a por os preconceitos de lado, recusam-se a aceitar as diferenças, recusam-se a deixar de ter uma forma de pensar demasiado limitada. infelizmente. beijinho, catarina :)

    ResponderEliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)