Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

12/01/2011

Quem espera sempre alcança

Eu "nunca te deixei cair, e não vou largar-te porque me alimentas a veia, és uma droga dura, muito boa, como todas as drogas, mas isso é o que oiço dizer, porque nunca experimentei" drogas a não ser a tua. (palavras de MRP.)
E a sede de ti aumenta, e não é de dia pra dia, porque os dias passam tão devagar que parecem anos. A semana, essa sim passa depressa, e quando dou por mim, no final do dia sei que não te vou poder ver, sei que vou ter que ir pra casa, com ar desanimado e cansado. Talvez as únicas coisas que me vão dando alguma esperança é a tua voz quando me
ligas, ou pelo menos a tua voz mata um pouco da sede que tenho de ti. Mas sede de ti e saudades tuas são coisas que me matam aos poucos, como um veneno doce. Tu tiras-me do sério, achas normal? Achas correcto? É que eu não consigo tirar-te da cabeça! E se eu te dou um beijo quero logo outro a seguir, e esta sede não se mata nunca, nem com água, nem com beijos, nem com nada! Eu sinceramente acho que não me devias ter prendido tanto, ou se calhar eu é que não me devia ter prendido tanto, mas era inevitável não me apaixonar por ti, era inevitável não tentar descodificar o teu mistério e agora o que me resta é o meu pobre corpo, coberto de pele e sonhos, só isso, porque a minha alma levaste-a tu. Levas quando vais pra longe de mim e trazes quando voltas, levas quando me vens buscar e trazes quando me vais leva
r. Olha, digo-te, assim não dá! Eu não acredito em seres sem alma! Mas no fundo, ou na verdade, eu não sou um ser sem alma, porque ela está contigo, viajando por entre puras telepatias dos nossos sonos cheios de sonhos.
Posso não ter alma quando não estou contigo mas pelo menos ainda tenho o coração, e esse sim, bate com força todos os dias, sempre na esperança de te ver no dia seguinte, e, só para que sabias e para que conste que acredito em mim e em ti, meu amor, quem espera sempre alcança.
E o quanto eu esperei por ti para agora estar a viver o mais puro, complexo, profundo, verdadeiro e cheiro de sintonia amor perfeito (ou quase, muito perto da plenitude)!

3 comentários:

  1. Adoro a frase da segunda imagem, sempre a achei cheia de significado.
    Que texto tão cheio de paixão, Catarina. É óptimo ver algo assim :)

    ResponderEliminar
  2. Lindooooo! Quase tão lindo como tu, cate-mais-que-linda

    ResponderEliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)