Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

20/08/2011

Quase um ano depois


Quase um ano depois de começar a namorar contigo ainda me sinto a rapariguita apaixonada pelo rapazito pequenino com pele de canela, olhar profundo e sorriso que era capaz de iluminar uma cidade inteira!
Eu adoro o jeito com que tu me abres a porta de casa, gosto do olhar que me fazes quando olhas pra mim, gosto de quando estou de mãos dadas contigo na rua, gosto de te tirar milhentas fotografias e tu detestares que eu o faça. Gosto de como brincas com a Cuca, gosto de como brincas comigo, quando me pegas ao colo e me deixas sem eu tocar com a pontinha dos dedos dos pés no chão. Como tu me chamas trambolho e me dás um beijo doce. Gosto de como me limpas as lágrimas e dizes que vai ficar tudo bem. Gosto do calor do teu corpo, gosto do teu hálito fresco a menta, gosto de quando me beijas os ombros, as mãos, a testa, as bochechas, de como me abraças e agarras com força, com medo que eu fuja. Gosto quando me ligas a meio da noite, interrompendo-me os meus sonos mais profundos, só para me dizer que me amas. Gosto de quando somos um só e esquecemos o mundo lá fora. Gosto de quando o tempo pára e corre ao mesmo tempo, quando estamos juntos. Gosto do teu sorriso apaixonado, do teu olhar enternecedor. Gosto quando jogamos X-Box e deixas-me marcar golos e ganhar-te num jogo em que eu sou principiante e tu és veterano. Gosto de comer chocolate branco contigo. Gosto de quando te ris de mim quando eu compro um gelado que não gosto sem saber bem o porquê -como aquele Swirl de morangos e manga que eu pedi mas eu nem gosto de morangos nem de manga como frutas.
Tens uma paciência de ouro pra me aturar, mas aturas tudo o que digo, com um sorriso e uma leveza inexplicável. Gosto de como fazes tudo parecer mais fácil. Gosto de quando fazemos as pazes quando nos chateamos e gosto de te besuntar o coração com doces, surpresas e açúcar amarelo. Gosto de me deitar no teu peito e ouvir o teu coração bater, ora depressa, ora devagar. Gosto de quando me chamas princesa e me fazes festinhas no cabelo e na cara. Gosto de quando os nossos narizes se cruzam, gosto do teu cheiro sempre intenso, sempre fresco e sempre doce.
Gosto de gostar de ti e gosto de como me fazes sentir como nunca ninguém me fez sentir. Gosto que me faças sentir especial.

Tenho milhões de saudades tuas meu príncipe.

1 comentário:

  1. Parabéns pelo blog :)
    está óptimo e escreves com muita delicadeza.
    gostei.
    R.

    ResponderEliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)