Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

15/09/2012

Talvez uma fotografia mudasse o mundo

Nós não somos um casal típico nem normal. Fugimos a todas as regras e a todos os costumes. Não sabemos à quanto tempo estamos juntos, porque o tempo é só uma coisa que empata. Não estamos sempre juntos, temos liberdade no bolso e asas nas costas, somos unha com carne, porque nos conhecemos melhor mutuamente. Não temos uma história encantada, nem vivemos num conto de fadas. Rimos. Choramos. E rimos outra vez. Mas às vezes penso que gostava de ter uma fotografia nossa. Não tem grande motivo. E eu nem sou desse tipo de fotografias. Mas gostava de ter uma assim bem juntos, com os lábios colados e apaixonados, e os olhos cerrados de tanto sentimento e respeito. Penso que talvez só a quisesse para me lembrar do quanto eu te amo, e do quanto tu me amas. Porque se esse beijo sincero fosse a única prova de que o nosso amor é real, eu iria atirá-la, em resposta, à cara do medo e da incerteza. E esses dois cretinos iam aprender que nós gostamos mesmo um do outro e que o nosso amor, embora estranho, existe.

«-Amo-te.
-Eu também te amo.
-De verdade?
-De verdade.»

3 comentários:

  1. está tão lindo, ter um amor assim é tão bom :)

    ResponderEliminar
  2. como é bom esse sentimento! quando ao foto, tira, sem medo :)

    ResponderEliminar
  3. juro que li isto e identifiquei-me... por haverem partes que têm a ver com certos acontecimentos complicados meus, e, por outro lado, porque és mesmo muito sincera e pessoal quando escreves. e conhecendo-te, e lendo isto, percebe-se logo, pelas palavras que usas, que és tu quem escreves ;)

    ResponderEliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)