Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

01/11/2012

Escrevo para que me ouças

Lá vou eu escrever pra ti sem que me ouças. Nem sei porque o faço, isto é escrita em vão, apenas para me encher a alma e me tentar esvaziar a saudade que não cessa nem me deixa descansar. É um tormento querer ver-te e não puder e desejar-te loucamente sem te poder tocar, é uma angústia pensar em ti a todo o instante. Acima de tudo este amor é quase impossível, quase loucura:
primeiro desde que te conheço que és o meu melhor amigo, segundo porque amar-te dá comigo em louca, eu que te amo loucamente e de olhos vendados, como já disse mais de mil vezes. Este amor só dá para ser tua escrava, inquilina do teu coração tão grande, eu que sou tão pequena.
É assim que me sinto no teu abraço: pequenina e protegida por ti, pelos teus braços longos e pelo teu beijo na minha testa.

Tu não sabes, e nunca saberás porque não me sabes ler o olhar, mas foste o primeiro a quem me dei a conhecer totalmente, o primeiro a quem não escondi os meus medos, as minhas certezas, as minhas fraquezas e os meus pontos fortes. Foste o único a quem nada escondi, mesmo que a verdade doesse para ambos, sempre fui sincera. Tu nunca saberás, mas foste o único que perdoaste os meus erros, limpaste as minhas lágrimas e ainda assim disseste "Tu pensas demais. Vamos viver um dia de cada vez." eu, a impulsiva que vive aos trambolhões e atropelos. Tu nunca saberás, mas foste o único que me fez ficar quieta, calada, inofensiva, o único que me deixou impotente, sem poder. E tu sabes que escrevo por ti, para ti e sobre ti, aqui e em todo o lado, mas foste o único que nunca procurou saber em que eu pensava: não por não gostares de mim, mas para que o que eu escrevesse não te influenciasse. Foste o único e eu, a principio, chateava-me. Agora, tanto me faz. Porque vivemos um dia de cada vez. E eu exijo sempre demais, quero sempre mais, penso sempre demais.

2 comentários:

  1. Fico sempre encantada quando venho aqui ler os teus textos e este não foi excepção! Escreves LINDAMENTE e identifico-me totalmente com tudo isso. Adorei, mesmo e por continua!
    Beijinhos*
    JM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pra mim, é mesmo bom ler comentários a dizer qe as pessoas se identificam, significa que, apesar de sermos todos diferentes, no que toca aos sentimentos, não somos tão diferentes assim e é óptimo! :)

      E agradeço imenso, do fundo do coração, os elogios à minha escrita, porque, no final de contas, é com o coração que eu escrevo*

      Eliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)