Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

31/12/2012

Escrever sobre amor sem saber o que é amar

Eu escrevo sobre o Amor... Talvez até demais. 
Todo este blog é uma dedicatória a todos os amores perdidos e encontrados. A todos os corações machucados, partidos e colados em mil pedacinhos. Uma dedicatória a todo o amor mais fiel que é sempre a amizade, a todo o amor cego que é a paixão e a todo o amor incondicional, que é o que vem da família. Este blog é um elogio a essa força que aprendemos que existe em nós, ao sobressalto no peito, à arritmia no coração, ao sufoco na alma e à secura na garganta. Um puro elogio às lágrimas, à saudade, à distância, ao amor que morre, ao amor que nasce, à ilusão e ao desapego. Este blog é um elogio ao amor verdadeiro, inteiro, ilimitado.

Eu escrevo sobre Amor e talvez nem saiba o que é isso na verdade. Mas então, talvez escreva para encontrar o seu significado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)