Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

14/04/2013

A certeza no olhar

Olhas-me com uma ternura que raramente encontrei noutros olhos que digo ter amado. Tu olhas-me com uma certeza inquebrável de que sou eu - eu quem tu queres, quem tu desejas, quem tu mais sentes falta, quem tu mais adoras no meio de tantas outras miúdas. Olhas-me com uma certeza de que me esperavas à tanto tempo, com um olhar de que me procuravas noutros corpos mas que em nenhum viste o que eu sou.
Estou apaixonada por ti. Não me importa o teu B.I., eu gosto de ti. Sei que te falta o tempo que só o tempo sabe dar às pessoas, falta-te a vida toda pela frente. E a mim também. E porque não vamos juntos? E porque não me dás a mão e vamos só? Vejo-te com uma idade que não é a tua, e já não sei ás tantas se és tu que és da minha idade ou se sou eu que me moldei à tua. Sempre fui mais presa que predador, apesar de saber afastar com armas de fogo muitos caçadores desta selva urbana.
Apaixonei-me por ti, não sei porquê, muito menos quando.
Sinto-me tão bem ao pé de ti. Parece que já que te conheço há anos e anos. "A vibe é uma coisa que se sente mas não se vê." Mesmo sem querer tu me seduzes. Eu já só preciso do teu olhar certo, do teu abraço firme, da tua presença em mim.
E se o mundo de virar contra nós, nós viramo-nos contra o mundo!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)