Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

22/10/2013

Dandi

Ás vezes sinto tudo demais. O Universo parece-me pesar uma tonelada dentro o meu peito. Sinto apenas que sinto tudo com muita força, com tanta e tanta força, todas as palavras, todos os actos, todas as expressões nas caras de outras pessoas que nem conheço que passam por mim na rua. Tento-lhes adivinhar os pensamentos, os sorrisos, os sonhos. Tenho adivinhar-lhes a vida e sinto-a em mim, como se fosse em mim que esses corpos se manifestassem.
Chamam a isto "Dandi". Ele diz que é o que eu sou. "Alguém que sente como se fosse tudo a primeira vez, quase..." - explica-me ele, com toda a sua sabedoria e paciência para as minhas crises existenciais.
Ele aparece para me solucionar o meus dilemas, para me indicar um caminho que me leva a perder-me nele, com ele. Ele vem dar-me respostas que eu nunca encontrei.
Com ele e com o mundo é como se tudo fosse tão profundo e tudo tão diferente entre si. Eu sinto-o mesmo profundo. E é por isso que eu acho que ele nunca vai entender o que eu sinto, como eu o sinto.

Tenho um problema com ele de me repetir, vezes e vezes sem conta, quando olho muito tempo para ele: digo-lhe que é lindo! E realmente ele é! Mas é por sentir tanto o que eu vejo e por o sentir tanto que quando o olho é como se estivesse a vê-lo pela primeira vez. E a frase "És lindo...", num tom meio suspirado, sai-me de relance pela boca fora! 
E acontece toda a vez que o olho sobre aquele olhar verde profundo...



1 comentário:

  1. Percebo-te taaaaaaaaaao, mas taaaaaaaaaaao bem. e as vezes sentir de mais nem sempre é bom. (Normalmente) quem sente de mais sofre na mesma dimensão. ;)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)