Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

28/11/2013

Quem sabe o que vê, sente.

O Nuno é um fotógrafo que admiro imenso desde à uns tempos para cá. Para além de ter a sensibilidade que só um artista ou alguém muito íntimo com as artes consegue ter, tem um talento incrível em transformar as suas ideias e momentos numa imagem só, como se conseguisse captar e congelar aquele momento eternamente.
Eu tive a grande sorte e oportunidade incrível dos meus olhos serem fotografados pelo Nuno um dia destes e, mesmo sem qualquer edição de fotografia, eu adorei o resultado!
O Nuno acha que as pessoas só valorizam as fotografias que "não lhe dão trabalho nenhum a tirar" porque são as que têm mais Likes no facebook, neste caso, uma fotografia ao estilo "olho de peixe"... Ao meu querido Nuno eu respondi-lhe apenas que "as pessoas tendem a gostar mais daquilo que é transcendente ao seu olhar, embora que isso seja algo limitado. E, por isso, qualquer fotografia a olho de peixe ou com alta focagem num só ponto e o resto desfocado, por não ser algo captado pelo olhar humano, acaba por ser algo de extraordinário. Jamais verão que a fotografia, o tempo de exposição, o trabalho e a dedicação, para além da edição posterior da fotografia, são algo de maior valor porque te dedicas inteiramente àquela fotografia em si, pela sua essência, pelo o que ela representa. Quem sabe o que vê, sente. Quem não sabe, fica a ver, como um turista contemporâneo que fotografa tudo sem intenção de compreender o que vai para além do seu olhar.".
E, por isso, não faças caso de algo que nem as pessoas entendem, porque tu és muito melhor do que o comum e mundano mortal sabe.
Tu és fantástico! E eu sempre tive a certeza disso :)



Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)