Separadores

ATENÇÃO

Este blog é pessoal demais. Este blog dá de si e do seu espaço, da sua liberdade, do seu pensamento e, sobretudo, do seu coração.
Acima de tudo: "Eu escrevo como falo, como sonho, como penso."
Por isso SEGUE O QUE SENTES.

19/02/2014

Desorientada

Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo. Quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo. Eu não sei me entregar à desorientação.
Clarice Lispector

Sem ti estou tão desorientada...Pela primeira vez deixei Lisboa, deixei este encanto, nada me fascina quando olho em redor. Tudo me parece seco, frio, vazio, sem sentido nem beleza, sem brilho, nem ponta por onde se lhe pegue. Quando olho, sinto que, quando não estás, não está nada afinal. O meu corpo está em Lisboa. O meu coração está em Bruxelas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Olá! Diz-me tudo o que quiseres :)